São Paulo, 28 de maio   - Houve avanços na tratativa e combate do racismo, mas ainda há um longo caminho a ser percorrido para que o...

0Comentários



São Paulo, 28 de maio - Houve avanços na tratativa e combate do racismo, mas ainda há um longo caminho a ser percorrido para que os diferentes efeitos deste problema estrutural sejam combatidos.
O preconceito racial no mercado de trabalho é um ponto importante em toda essa discussão. Profissionais negros enfrentam inúmeras formas de discriminação tanto na busca por oportunidades de emprego, quanto na ascensão de sua carreira. É pensando nisso, que a Aegea criou o programa Respeito Dá o Tom para conscientização sobre igualdade racial, além de buscar meios de aumentar a presença de profissionais negros na empresa, sobretudo em cargos de liderança.
O programa completou recentemente um ano, já contando com o reconhecimento do mercado, tendo conquistado no ano passado o prêmio do Instituto Identidades do Brasil (ID_BR) e o Selo Municipal de Direitos Humanos e Diversidade, da prefeitura de São Paulo. Um dos resultados das ações do Respeito Dá o Tom ocorreu no programa de trainees realizado no final de 2018.
Pela primeira vez, a área de Recursos Humanos (RH) da empresa incluiu no processo mecanismos para ampliar as oportunidades para candidatos negros. A saída encontrada foi a diminuição de um ponto da nota de corte geral do teste de inglês, realizado na primeira fase do processo (teste de raciocínio logico, inglês e FIT Cultural), e que contou com mais de 2.000 inscritos. Isso possibilitou a participação de um número maior de negros entre o universo de aprovados para a segunda etapa de seleção, que consiste em uma série de entrevistas.
Outro ponto importante no processo de seleção foi o fato de o RH da empresa destacar o seu compromisso com o combate do racismo. Como exemplo disso, esteve preocupada em esclarecer questões quanto a autodeclaração étnico-racial, método censitário utilizado pelo IBGE. Tal ponto ainda é sensível dentro do debate sobre o racismo, principalmente no mercado de trabalho, por poder levantar dúvidas sobre a interferência da informação na aprovação e classificação de candidatos ao longo do processo.
O resultado dessa nova postura da empresa foi bastante positivo. Além de um número maior de inscritos que se declararam pretos ou pardos no comparativo com edições anteriores, a quarta turma e trainees contou com 75% de aprovação de candidatos negros. Os novos colaboradores da Aegea ingressaram na empresa neste ano e vão passar por um processo intensivo de capacitação para assumirem a gestão do saneamento nas operações das concessionárias da Aegea no País. 
Sobre a Aegea
A Aegea Saneamento é uma companhia brasileira que gerencia ativos de saneamento por meio de suas concessionárias em diversos estados do País e atua como administradora de concessões públicas. A empresa atende 7,6 milhões de pessoas em 49 municípios de onze estados brasileiros. Para mais informações, acesse: http://www.aegea.com.br/




Leia Também

Nenhum comentário: